Translate

15/11/2016

Já que é para falar de nós


  


Eu poderia escrever sobre nós todos os dias e mesmo assim não repetir a mesma história. Não existe um dia sequer em que eu não lembre de você. Das piadas horríveis que você fazia, do jeito desajeitado que você me abraçava. Quantas vezes você correu na chuva comigo e disse que o meu cabelo estava horrível? Quantas vezes você quis o hambúrguer sem picles mas teve que pedir para eu roubar e colocar no meu? Quantas vezes você deixou de ver futebol por causa de mim? Pois é, nenhuma.
  Ainda bem... Sempre digo que meu amor foi o meu melhor amigo. Não importa quantos caras legais eu conheça, nenhum deles é você. Nenhum deles discute comigo a existência de palavras que eu acabo inventando e utilizando como verbo. Eles são coisados, você não. E já que é para falar de nós...eu duvido que você vá encontrar uma garota tão pinguça quanto eu. Tão carinhosa. Tão engraçada e debochada. Eu duvido que alguma delas vai te arrastar para dentro do cinema às 15h para ver filme infantil. Eu duvido que alguma garota vai fazer com que todos os seus amigos babem nela. Verdade seja dita. 


  Já que é para falar de você e de mim...nenhum de nós vai encontrar outro alguém tão parceiro, tão frustrado, tão complicado e faminto. Nenhum de nós vai encontrar outro alguém tão briguento, tão risonho e nenhum de nós terá histórias tão engraçadas e tantos perrengues para acumular com outro alguém. Mas só nós, você e eu, sabemos tudo o que passamos.
  Como eu disse, eu poderia escrever sobre nós todos os dias. Contar sobre sua família que me odeia, sobre a marquise que nos abrigou em um dia de chuva. Eu poderia dizer aos meus futuros netos a quantidade de vezes que você pagou meus lanches. Eu poderia escrever um livro onde só teriam duas personagens, você e eu. Mas não vou fazer isso.
  Histórias de amor começam com "era uma vez" e terminam em "felizes para sempre", o que relativamente não aconteceu. Criamos um conto onde começou no amor e acabou com amor. Não foi para sempre mas foi o suficiente para ser a história da minha vida. E modestia a parte, aposto que foi a sua também.

Um comentário:

  1. "Não foi para sempre mas foi o suficiente para ser a história da minha vida." Muito bom

    ResponderExcluir

Deixe um comentário: