Translate

21/08/2016

Minhas primeiras tattoos: dor, local e cicatrização

Imagem


Há mais ou menos um mês e meio fiz minhas primeiras tatuagens. Não postei nada sobre porque estava esperando cicatrizar direitinho para fazer um post completo sobre todo o processo. Graças a Deus não tive nenhuma complicação nem efeito colateral. Mas ok, vamos por partes.


Foto durante a sessão (antes dos retoques)

 Margaridas

Significado: as margaridas são minhas flores favoritas. Desde antes de Cristo elas já simbolizavam pureza, compaixão, além de serem delicadas e simples. Passaram pela história sem perder sua essência e nos anos 70, tiveram sua marca registrada como um símbolo da paz. O significado foi intensificado durante a opressão e ganhou um espaço no universo hippie simbolizando paz e amor. Além do significado histórico, as margaridas também tem ênfase no livro "Quem é você, Alasca?" (Resenha dele aqui, ó!), meu livro favorito. Sempre amei as flores e depois desse livro, consolidei meu amor por elas. Acho que margaridas transmitem mesmo paz. Resolvi tatuar três, uma para cada um dos seus significados: paz, amor e compaixão. Afinal, é válido lembrar de que é essencial trabalharmos os três para vivermos bem, certo? Também fiz pensando em três pessoas especiais na minha vida.

Local e dor: Escolhi a nuca porque é um lugar que posso esconder com o cabelo quando precisar. Muita gente não viu a tattoo até hoje ou não reparou, porque realmente ficou muito discreto. Como curso Comunicação Social e não sei exatamente como vou atuar na área, preferi não tatuar em lugares muito expostos, como braços e pernas. Não senti dor, só o incomodo da agulha. Assumo que esperava uma dor insuportável e foi super tranquilo, sofri por antecedência hahahaha.



Foto pós sessão.


  Jah is listening now

Significado: "Jah" derivado de "Jeová", em algumas culturas, como o rastafari. A frase toda significa "Deus está me ouvindo agora". Acho que a frase por si já explica bastante hahahahaha. É o título de uma música do grupo "S.O.J.A", que conta com uma letra linda. Tatuei porque além de me lembrar a música sensacional, também me lembra de agradecer por tudo, sempre, principalmente por eu ter oportunidade de passar por momentos difíceis e amadurecer espiritualmente com eles. Além do mais, Deus está me ouvindo agora e sempre estará, como não agradecer?

Local e dor: tatuei na cintura, lado esquerdo. Escolhi um lugar menos exposto pelo mesmo motivo das margaridas. Não doeu nada, mas precisei segurar a respiração para a tatuadora conseguir escrever, porque é um local que mexe muito por causa da respiração. Isso acabou fazendo com que a tatuagem demorasse mais para ficar pronta, mas nada que me incomodasse. Quem tatuou foi a Thaís Nunes, que vocês acham aqui, no Twitter. A Thaís (que nome bonito!) foi muito atenciosa, além de ter um traço bem fininho. Amei, não tenho do que reclamar. Ela me indicou pomada para cicatrização, que usei só nos primeiros dias. A frase descascou depois de uns dias, mas secou e ficou bonita, não desbotou nem deformou. Acho que pelo menos por agora, parei com as tattoos....minha família agradece. E vocês, tem tatuagens ou vontade de fazer? Me contem! Beijoxxx


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um comentário: