Translate

12/09/2013

Chove.







Queria que estivesse chovendo da maneira que chovia, da última vez que estive em casa sozinha, em um dia de tempestade. O CD acoustic não sei porquê, fazia-me sentir  há umas 2 décadas atrás. - Como se eu fosse estar vida a tanto tempo atrás.

 A chuva chegava ao vidro da janela e escorria, caindo rapidamente. Uma gotinha após a outra, de modo sincronizado, sem qualquer dificuldade. E sabe ? A cada gota daquela que escorria compulsivamente, um novo pensamento, uma nova lembrança me vinha a cabeça, na mesma rapidez das gotas.

 Pode parecer complexo, mas é tudo tão natural, tão normal para tantas pessoas. E pior, que nem mesmos as pessoas que passam por isso tem noção do acontecimento. Sociedade do século XXI é tão " ocupada " que esquece de ocupar a mente com o que realmente importa. Ou talvez, com o que não importa, e por isso, está assim.

 Voltando aos pensamentos centrais, reparo que até mesmo as gotas de chuva parecem fazer sentido, quando mais nada em sua vida faz. Talvez eu tivesse alguma dó das gotículas, quando o vento as leva a outros rumos. Isso as faz perder o ritmo, o que as deixa desviadas umas das outras. Realmente, isso seria terrível se não fosse algo certo que teria de acontecer.

 Olha, eu acho sinceramente, que se você é uma pessoa que se " rotula " normal, deveria parar de ler isso e economizar seu tempo. Apenas mentes abertas entendem a linguagem de pessoas do seu tipo.


 Enfim, apesar de não estar fazendo nada divertido no momento,( Até porque procuro um isqueiro agora mesmo ) eu queria ter essa motivação da chuva. A Chuva que lava, molha e refresca não só o corpo, mas a alma. A alma que chora, que chove de maneira solitária, escondida atrás de um sorriso e de um " bom dia " simpático, nas santas manhãs.

 Chego na janela do quarto, e vejo o sol através das montanhas, e o vento gela minhas bochechas rosadas. O mesmo vento que vem me da bom dia, quando acordo as 6h no maior mau humor, vem me dar uma boa noite, sabendo que precisa deixar o recado principal, depois de ter presenciado a porcaria de dia, que provavelmente muitos disseram por aí, apesar de eu ter tido um dia agradável. Mas, como ia concluindo, até penso na possíbilidade de chamar essas gotas de pessoas. Além do mais, as mesmas precisam exatamente de um vento, que as tire de suas rotinas, que as leve pra um horizonte distante, ideal para se renovar.

 Me deito com isso na cabeça, e penso em passar para o papel, mas quem leria mais uma " viagem " de uma blogueira estrategista ? Por isso mesmo, deixo tudo arquivado na cabeça, no arquivo confidencial. Penso logo que Deus mais uma vez, usa a linda natureza para demonstrar uma maneira melhor de se viver, de conviver com outras pessoas. Ó, pobres pessoas, que não enxergam o mundo como nós, que vivem escondidas atrás de vestimentas impostas pela sociedade, que vivem comendo as porcarias industrializadas - o que na verdade todos nós fazemos.

 Juro que acho inadmissível essa coisa das pessoas acharem que seguem um rumo, por estarem em um caminho. Mal sabem que a estrada da vida muitas vezes é " desvendada " aos poucos, e acabam não procurando por ela, pelo caminho reto estar, vamos dizer... mais na cara.

Estou me sentindo sozinha, porém não esquecida. Sei que quem está mandando esse tipo de chuva, está comigo. Sempre está. Resolvo então, pedir para Ele mandar a mesma chuva para outros, para que possam compreender algo a mais do que naturalmente estão acostumados. Vamos concordar né ? A grande maioria só vai conseguir enxergar água caindo do céu, mas eu ainda tenho esperanças que alguém algum dia enxergue as coisas com um pontinho a mais. Sim, ainda há esperanças, além do mais, se não houvessem, você não teria lido isso até aqui, certo ?



" Podemos nos elevar acima das limitações do mundo físico e estabelecer uma conexão com a mais alta fonte de energia ."

2 comentários:

  1. ei flor, ta rolando um sorteio muito legal no meu blog, ficaria feliz se quisesse participar *-*
    http://toledo-esefosseverdade.blogspot.com.br/ bejoos

    ResponderExcluir
  2. Adorei tudo que está escrito Srta. Neumann, parabéns, e jamais podemos perder a esperança!!!!

    ResponderExcluir

Deixe um comentário: