Translate

27/04/2013

Para viver a minha história.







   Mais uma vez aqui, eu, esse gramado, e meu bom e velho livro. " Velho livro " talvez seja uma expressão um pouco exagerada, já que o tenho a talvez, uns 2 anos, no máximo. O fato ter lido a sua mesma história umas 7 ou 8 vezes, não o torna mais velho, só está um pouco gasto, é. Não me culpo por isso, já que na 6º leitura, achei que não fosse vê-lo com tanta maravilhosidade, mas me surpreendi ao reparar que as belas palavras ditas do mocinho á garota, ainda me faziam imaginar, que talvez um " alguém " poderia me presentear com palavras parecidas.


  O que me surpreendeu, foi um fino rasgo, em uma parte lateral, da página que mais gosto. Acredito que tenha ocorrido, pela quantidade de vezes que voltava nela só para imaginar como seria lindo, se fosse comigo. E dessa vez, não me refiro á palavras, a declarações ou coisas melosas do tipo. Por ser uma das últimas páginas do livro, como é de se esperar em livros de românce/drama, começamos a compreender o início da história, e dos seus " porquês " .


  Olhando para a árvore torta que se encontra exatamente na minha frente, a alguns metros de distância, penso na quantidade de coisas que a própria já tenha vivenciado, mesmo que desde sempre, estivesse parada ali. A quantidade de pessoas, e sua histórias que por ali passaram talvez tenham compensado sua vida monótoma e calma. Por alguns segundos, consigo sentir um pouco de inveja de um simples tronco velho, com pequenas parte de lodo e bichinhos. Se em livros é maravilhoso conhecer mais sobre a história de vida das pessoas, imagina assim, cara a cara, mano a mano, em cores e ao vivo. Tudo na realidade.


 Apesar de amar os livros, e me sentir até parte deles ( seria uma boa ideia, dormir na estante ? ) ainda gostaria de aprender olhando nos olhos das pessoas, e não imaginando a cor dos olhos delas. De qualquer maneira, aprender com os erros dos outros não me parece uma boa ideia, já que conclui a um tempo atrás, que a vida vai nos ensinar, da pior maneira possível.


 Como disse, por alguns pequeninos ' segundos ' senti inveja da verdinha ali, pois é bem provável que viver suas próprias aventuras seja bem mais divertido do que vivenciar a de terceiras pessoas. Correr seus próprios riscos, ultrapassar seus limites, correr atrás dos próprias sonhos. E mesmo achando tudo lindo e maravilhoso, não gostaria de ver minha história arquivadas em um cubo de papel como esses em minhas mãos. Não, que eu não queria que escrevam minha história, mas não seria bem mais gostoso se eu mantivesse tudo perfeitamente guardado nas minhas lembranças, na minha memória ?


 Fugir de carro em uma manhã, sem ter motivos , sem ter rumo, sem ter juízo, só com alguém, que também só tenha a sede de liberdade. Chutar as folhas secas, pisotear a areia fina e clara da praia a noite, encher a cara de alguém de neve e levar bolotas geladas no meio da testa. E talvez, mais algumas coisas, que ainda vou descobrir e realizar com o tempo. Precisarei de um cérebro bom o bastante para juntas todas essas ideias medonhas em um único lugar, tudo bem guardado, para não faltar nada. E junto ao tumulto, guardo você. É.. o você que eu ainda não conheço, mas irei de conhecer.


 Acho melhor fechar o livro e esquentar as panturrilhas. São apenas 15h da tarde, e ainda há um solzinho de leve, mas com tanta coisa em mente, não consigo mais ficar deitada, com essas pragas de folhas secas agarradas no cabelo ! Depois de tanto lenga-lenga vou agitar minha vida, seguir meu rumo.. ou melhor, só não aguento mais olhar pros galhos dessa árvore curvada . Mas, não vou xinga-la pois sei que ainda volto aqui mais tarde, talvez amanhã, ou daqui a uns anos, para lhe contar a cada dia ou pouquinho da minha história, para que a próxima curiosa que deitar aonde estou agora, pense como eu . Além do mais, do que me adianta estar aqui, com pensamentos longos, se a vida é curta ? Vou ali, junto com meu destino procurar os meus " porquês " e ir atrás da pessoa que ainda vai dizer as mesmas palavras que meu velho livro me proporcionou .

3 comentários:

  1. Lindo Texto você escreve bem .
    Beijos
    lainecastilhobarbosa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que inspiraçao em!!!

    http://girl-ofstyle.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Lendo isso percebi que essa menina tem muitos sonhos e um deles e viver intensamente uma linda e grande história de amor,ti conhecendo um pouco e percebendo que tive a sorte de um anjo aparecer na minha história,agora entendo o porque de tantas pessoas falando depois que eu conheci a thais minha vida mudou,você nos traz uma paz e felicidade que não dá para escrever com palavras,mais somos gratos em ti conhecer,vc nen sabia quem eu era e me mostrou que não precimos conhecer as pessoas para ajuda-las e me mostrou que os gestos mais simples são os que ficam guardado para sempre,sou mais um amigo,feliz em ti conhecer e ti dizer que torço muito por você e que a sua história seja melhor do que a do livro e que você volte lá na arvore só para gravar sua felicidade... obrigado msm,a cada lida aqui vou aprendendo mais,amanhã ver ler mais um ((:

    ResponderExcluir

Deixe um comentário: